labradornews_t.jpg (8393 bytes)


DICAS E DÚVIDAS

Estas são as perguntas mais comuns de proprietários de labradores selecionadas nestes anos de criação.
Com certeza sua dúvida está respondida em uma das seções abaixo.

Para dúvidas gerais sobre cães não respondidas nesta seção, procure pesquisar nos sites que estão na seção de
LINKS.


CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Pela idade dos filhotes e localização da mancha não se trata de despigmentação, mas sim do que os ingleses chamam de "mismarks" ou manchas indesejáveis na pelagem. Com certeza por ter tido as 3 cores na ninhada, a mãe chocolate deve ter algum cruzamento de choc/amarelo nos antepassados e a bomba estourou na sua mão. O padrão permite APENAS uma pequena mancha BRANCA no peito, portanto este filhote é fora do padrão. Exemplares com estas manchas não são desejáveis na reprodução e nem em exposições, pois podem transmitir isso à sua progênie, o ideal é que nem registre esta filhota e a dê a algum conhecido. Para saber mais sobre o assunto leia o livro Labrador Retrievers Today da Carole Coode e também a próxima edição da Labrador Review (revista americana) que trará uma matéria sobre "mismarks".

Realmente a cauda levantada e ainda por cima "enrolando" ou se curvando sobre o dorso é errada. Há uma matéria bem boa sobre isso no site da Revista Cães e Cia. chamada CERTO e ERRADO, vá até a Seção LINKS e clique em Revistas Nacionais, lá tem um link que cai direto nesta matéria. Você poderá ver inclusive ilustrações a respeito disso. Isto é considerado uma falta, mas não a impede de participar de exposições e nem da reprodução. O que acontecerá será isto ser usado contra ela num critério de desempate por exemplo. Supondo que o juiz fique na dúvida entre ela e outra cadela de igual qualidade, ele com certeza vai desempatar ao ver a cauda levantada. Mas não se desepere, já vi inúmeros Labradores vencerem em pista com caudas parecendo periscópios! Em relação a reprodução, se for cruzá-la, escolha um cão de cauda muito boa e inserção perfeita, de preferência filho e neto de cães com caudas boas. Mesmo assim você terá alguns na ninhada de cauda levantada, mas já conseguirá exemplares de cauda correta na primeira geração. Basta que os filhotes deste cruzamento sejam acasalados com cães de caudas igualmente perfeitas para aos poucos você conseguir "tirar"esta falta. Parabéns por não ter citado nomes, isso demontra muita seriedade de sua parte.

Não se preocupe com diferentes tonalidades em seu Labrador amarelo, é perfeitamente normal! Geralmente as orelhas, dorso e cauda são um pouco mais escuras. Isso não indica nenhum problema de pigmentação ou pelagem, nem mesmo miscigenação ou falta de qualidade

Realmente 13 kg aos 4 meses é muito pouco, os meus costumam pesar isso aos 70 dias de vida. O peso ideal depende muito da constituição física dele, se de boa ossatura ou leve, se grande ou pequeno etc. Sem ver o animal é impossível e até mesmo leviano avaliá-lo. Sugiro que você procure seu veterinário de confiança, que tem o conhecimento técnico para orientá-lo melhor.

Em primeiro lugar, qual a idade de seu Labrador? Caso ele ainda não seja adulto você deve esperar, pois o comprimento da cauda pode mudar com o desenvolvimento do corpo. Ele sempre a portou baixa ou é de algum tempo pra cá? Alguns cães dormem em cima da cauda, ou após o banho pegam friagem e ficam portando-a caída por alguns dias, é o que os ingleses chamam de "cool tail", mas é passageiro. 
A cauda um pouco mais longa e portada caída entretando não é falta desqualificante e ele pode sim participar de exposições, o que pode ocorrer é isto ser usado como critério de desempate numa disputa caso as faltas do concorrente sejam mais sutis.
Através da Seção
LINKS/Revistas poderá acessar o site da Cães & Cia. e acompanhar a matéria "O Certo e O Errado " publicada em 2000.

Os filhotes nascem com o focinho rosa, sem pigmentação e vão escurecendo a partir dos 4 dias de vida. No início as mucosas ficam acinzentadas até que por volta dos 10-15 dias já estão pretas (para os pretos e amarelos).

Provavelmente o que está acontecendo é uma troca de pelagem, o pelo morto fica mesmo mais claro e ressecado, cai e vem a pelagem nova. Labrador chocolate também "queima" no sol, desbota.

Nada que uma boa escovação diária não resolva. O Uso de suplementos para pelagem ajudam muito, os mais usados são:

Tudo o que ela faz é pra chamar atenção, só isso. Mais atenção e cuidados com a cadela tendem e diminuir ou até desaparecer o problema.

A chave é: gastar a energia dela. Como? Passeando bastante, brincando, fazendo com que ela se exercite, jogando bolinha.

Depois ter certeza que ela tem a presença humana durante a maior parte do dia, o comportamento é típico de um animal carente de atenção.Prendê-la não resolve, muito pelo contrário agrava o problema. Quanto mais sozinha e aborrecida por não ter com quem passar o dia, mais histérica ela fica.

Labradores são cães de caça, portanto cheios de energia e cabe aos donos gastar a energia deles e lhes proporcionar atenção.

Já pensou em um outro cachorro? Pra correr com ela, brincar com ela, fazer companhia? Pode funcionar muito bem para famílias que não dispõem de muito tempo para dedicar ao animal de estimação.

MACHOS : Porte maior e urinam para marcar território.
FÊMEAS: São menores, entram no cio a cada 6 meses (sangrando por aproximadamente 10 dias), costumam ser mais carinhosas e pacientes com crianças.

Muitos evitam fêmeas por causa dos cios e sangramentos, mas lembre-se que o cio ocorre apenas 2 vezes por ano, enquanto os machos, se dominantes, marcam território inúmeras vezes ao dia.

Os de boa linhagem e bem educados não. Há linhagens conhecidas por latirem demais, por isso é tão importante conhecer bem os pais do filhote.

Não. O labrador é muito tranquilo e sempre com o mesmo comportamento.

Leia o nosso Manual do Filhote para ter mais dicas de como educar seu Labrador.

Leia o Lab News Especial sobre Comportamento do Labrador.

O ideal é acostumá-lo com a coleira primeiro e depois com a guia. Deixe ele com a coleira durante o dia - para comer, brincar, receber atenção e carinho dos donos - usando-a irá associar a coisas prazerosas. Vá iniciando-o à guia aos poucos, vc pode colocar a guia nele dentro de casa mesmo e brincar, com a guia arrastando no chão mesmo até ele não se incomodar.
Passeie com ele com coleira e guia em locais em que ele se sinta seguro: dentro de casa, no quintal, etc.
Quando ele estiver acostumado é só sair a rua, sem mistérios.
Lembre-se que ele nunca usou isso no pescoço e precisa se acostumar.
Vá com calma e não dê trancos ou arraste-o, pois isso só fará com que tenha pavor da guia.

Aos 7 meses é um pouquinho mais complicado, mas não é impossível. Será necessário dedicar tempo e atenção para treiná-lo.

1. Escolha o local que deve ser usado por ele como "banheiro"
2. Coloque um pouco de jornal neste local, use jornal com cheiro das necessidades dele. É só molhar numa poça de xixi dele e levar para o local. Os machos tendem a marcar território e urinar por cima destes odores.
3. Fique atento às horas preferidas dele para aliviar-se e leve-o nestas horas ao "banheiro determinado", fiquei com ele por lá até que faça alguma coisa. Imediatamente após ele acertar o alvo, faça bastante festinha, tenha certeza que ele entendeu que está sendo recompensado, estimulado. Quando fizer no local errado dê bronca, mas bater e esfregar o focinho na sujeira não resolve. Pode até criar outro problema ainda pior: a coprofagia, alguns cães comem as próprias fezes no intuito de esconder do dono e não levar bronca!
4. O treinamento será demorado e depende muito mais de você do que dele.
5. Vá diminuindo o espaço com jornal à medida que ele vá se habituando, até que não precise mais usar este artifício.

Leia o nosso Manual do Filhote para ter mais dicas de como educar seu Labrador.

Sei que não é nada disso que quer ouvir, mas... seu Labrador está coberto de razão! Ele está certíssimo e merece uma medalha de bom cidadão. Defecar na rua e/ou local público é antes de mais nada ilegal e há multa prevista em lei para isso. As fezes cheiram mal, podem atrair moscas, alguém pisar e escorregar e por aí vai. Trata-se de um desrespeito à sociedade. 
Os cães que foram acostumados a "sujar" a rua devem ter donos cientes da necessidade de recolher os dejetos com um saquinho plástico. O fato de exercitar-se após os passeios auxilia no funcionamento do intestino e é natural ele querer defecar em seguida, basta estar a postos com um saquinho e recolher imediatamente do seu jardim. Se já te incomoda em seu "território" imagine aos moradores de sua rua e bairro com mais um animal sujando as ruas? Quando saio com os meus às ruas levo sempre um saquinho de supermercado no bolso, se alguém sujar me abaixo, cato imediatamente e deixo o saquinho bem amarrado e fechado numa lixeira (se houver no caminho), senão volto pra casa carregando o brinde. É o preço que se paga por ter um animal.

Na maioria das Pet Shops encontrará um spray de citronela para aplicar no animal que é bem eficiente, mas tem que passar todos os dias, às vezes várias vezes ao dia. Vale a pena também lavar o quintal ou área onde fica com citronela ou um desinfetante da Sanol (tb vendido em Pet Shops) para este fim. A citronela é natural e pode ser usada em todo o ambiente e em todo corpo do animal.

As suas dúvidas devem ser esclarecidas por seu veterinário de confiança, só ele tem conhecimento técnico para lhe orientar em relação às vacinas e vermifugações. Geralmente os filhotes tomam pelo menos 4 doses de vacina Octupla, 2 doses de vacina contra Tosse de Canil e a Raiva aos 4-5 meses, estando aptos a freqüentar locais públicos após este programa de vacinação.

O ideal é que seu veterinário de confiança avalie sua filhote e lhe recomende a quantidade correta de ração bem como a mais indicada para esta fase. Como não sou veterinária seria leviano lhe "indicar" o que fazer, mas vou apenas lhe relatar o manejo alimentar dos meus cães. Por favor não altere a comida sem falar com seu veterinário antes. Os filhotes passam a receber ração por volta dos 16-18 dias de vida, ofereço Guabi Natural amolecida em água morna até que os dentinhos consigam mastigar a ração seca, o que ocorre por volta dos 30-35 dias de vida. Os filhotinhos são alimentados 4 x dia até os 3 meses, a partir desta idade ofereço 3x dia e aos 6 meses passo pra duas refeições diárias. Note que o consumo vai aumentando à medida que vão crescendo! Uso ração de filhote (Crescimento) até os 12 meses, aos poucos vou adicionando a de adulto e a mudança é sempre gradual levando uns 5 dias para eles já estarem recebendo apenas a de Adulto que também é da Guabi Natural. Os adultos e idosos comem 2 x dia, sendo que os idosos acima dos 7 anos comem uma ração especialmente formulada para cães idosos chamada Guabi NaturalSenior, tem mais fibra e é menorzinha facilitando a mastigação dos idosos. Esta Ração é super premium com ingredientes naturais, estou usando desde março/2000 em todo o plantel e eles além de adorarem estão super saudáveis e com ótima pelagem. O site deles é bem didático e divertido, há um link para Guabi Natural na seção LINKS do site onde poderá conhecer melhor o produto "tecnicamente", pois meu relato é apenas o de consumidora da ração em quase 1 ano.

As caspinhas podem ser resultado da troca de pêlos, os mais enfraquecidos não caem como deveriam se o animal não for escovado com frequência; pode ser excesso de banhos ou produtos não indicados ao banho que tiram a oleosidade natural e protetora da pelagem deles ou ainda alimentar, discuta com seu veterinário de confiança a possível troca de marca de ração, algumas são conhecidas por deixar os Labs cheios de caspinhas mesmo.

Os Labradores suportam bem o frio e tem pelagem dupla (pelo e sub pelo), mas providenciar um abrigo para ela dormir é bom. Pode ser uma casinha, um quarto no fundo da casa ou até mesmo um banheiro desde que forrado com jornal, papelão ou cobertorzinhos por causa do piso frio. A raça adora o frio, não se preocupe. Como diz o ditado: é de pequeno que se torce o pepino! Quanto mais cedo começar a educá-la e socializá-la melhor.

Antes de mais nada certifique-se que seu filhote está saudável,  a inapetência pode ser sintoma de que algo não anda bem ou frescura mesmo ( mais raro, pois os Labradores em sua maioria são glutões).

O ideal é escolher uma boa marca de ração e não ficar mudando de jeito nenhum. Há certos artifícios que podem ajudar:

1. Misturar um pouquinho de ração úmida, aquelas de latinha. Ponha a ração no comedouro, um pouco de água morna e umas 2 colheres de latinha. Misture bem pra toda a ração ficar com gostinho. À medida que ele for aceitando a ração, vá diminuindo a quantidade de latinha, até que estará comendo só a ração seca.

2. Ou usar um caldinho de carne, ou 1 colher de sopa de óleo de milho em cima da ração.

3. Último recurso: misturar um pouquinho de carne moísa ou frango. Mas com cuidado, pois os Labs são sem vergonha e ele pode só comer com este brinde.

4. Deixe a comida por no máximo meia hora, se não comer tire e só ofereça no horário da próxima refeição. Mesmo que ele fique 2 dias sem comer não vai morrer. Pode ser só fita isso de não pegar a ração.

Esta secreção é normal em alguns cães e chama-se "smegma". Contudo acho interessante levá-lo ao seu veterinário de confiança para que ele lhe confirme se é apenas smegma ou alguma infecção ou irritação.


REPRODUÇÃO

Cada proprietário tem um valor para a cobertura de seu cão, não existe uma regra a ser seguida. Geralmente os criadores têm direito a 1 filhote, sendo este primeira escolha da ninhada, ou o pagamento em dinheiro com valor e data para pagamento já fixados antes do acasalamento.

Raros são os reprodutores cuja cobertura custa mais de 1 filhote (ou valor correspondente em dinheiro), acontece apenas com aqueles super premiados e procurados no momento, sendo uma maneira de "filtrar" as cadelas que serão cobertas.

Vale o que foi combinado antes, se nada foi combinado antes vocês terão que chegar a um acordo. Se o dono do macho bater o pé pode se recusar a assinar o mapa de registro de ninhada e seus filhotes ficarem sem pedigree.

Se olhar nossa seção PADREADORES verá que abaixo do pedigree de cada macho está o valor de cobertura, além de termos uma seção chamada REGRAS COBERTURA para evitar problemas futuros.

Cruzar ou não depende muito mais de outros fatores do que do tamanho. Se pensar só em tamanho tenha o cuidado de escolher um macho compatível, um "mega cão" pode produzir fetos muito grandes que dificultem o parto.
Deve-se observar outros aspectos antes de cruzar: ela é muito abaixo do padrão? Ela já fez raio X de displasia? Seu veterinário de confiança aconselha já cruzá-la? Já fez o teste de Brucelose? 
Cruzar deve ter o objetivo de seleção genética, de aprimoramento. Se sua cadela não é abaixo do mínimo recomendado pelo padrão, é saudável e passou pelos exames acima não há mal nenhum em cruzá-la, desde que se escolha um macho compatível a ela.

Podem nascer apenas pretos ou pretos e chocolates, caso os avós maternos sejam chocolates e portanto a mãe tenha gen para esta cor de pelagem. Para compreender melhor a genética das cores, veja a tabela abaixo, gentilmente cedida pelo Canil Rio dos Índios/RJ, e entenda quais são as possíveis cores dos filhotes nos diversos tipos de acasalamentos.

Cores

Genótipos

Comentários

Preto

BBEE

Preto dominante.

Preto

BBEe

Preto portador de amarelo.

Preto

BbEE

Preto portador de chocolate.

Preto

BbEe

Preto portador de amarelo e chocolate.

Amarelo

BBee

Pigmento muito escuro não expressado.

Amarelo

Bbee

Amarelo (com nariz marrom) portador de chocolate.

Chocolate

bbEE

Chocolate que pode produzir pretos e chocolates.

Chocolate

bbEe

Chocolate portando amarelo. Pode produzir as três cores.

B = alelo dominante, pigmento preto; b = alelo recessivo, pigmento fígado; E = Alelo dominante para a expressão de pigmentos escuros; e = Alelo recessivo, restringe pigmento escuro (ee sempre origina pigmento amarelo).

Exemplo (cuidado com este tipo de acasalamento):

BbEe (cão) x Bbee (cadela)
GAMETAS: BE, Be, bE, be (cão) e Be, Be, be, be(cadela).
RESULTADO: 3/16 BBEe; 3/16 BbEe; 2/16 bbEe; 2/16 BBee; 4/16 Bbee;
2/16 bbee (AMARELO COM PROBLEMAS DE PIGMENTAÇÃO).

Para arrumar namoradas para o seu cão é preciso torná-lo conhecido, as pessoas não podem adivinhar que vocês tem um Labrador! A maneira mais eficiente é levá-lo para exposições, mostrá-lo aos criadores e aficionados da raça que sempre estão presentes nestes eventos. O laudo de displasia coxo-femural também é importante, pois ninguém se arrisca a cruzar uma cadela com um padreador que não tenha o laudo oficial. Na internet há diversos sites com seções de "namoro" e algumas revistas caninas também. Dê uma olhada na Seção LINKS onde poderá curtir as seções de alguns sites como The Dog Times, Lord Cao, Labrador on Line, etc.

Este tipo de acasalamento - chamado tecnicamente de inbreeding - não é nada indicado tanto por veterinários quanto por criadores. 
Do ponto de vista do
veterinário, teme-se má formação, doenças genéticas sérias, cegueira, etc.

Os criadores também
não recomendam, pois trata-se de um acasalamento muito arriscado. Só devemos acasalar cães da mesma família, para concentrar as características boas desta família, mas nunca entre irmãos inteiros ( mesmo pai e mesma mãe). É mais comum o acasalamento entre meio irmãos (cães que tenham o mesmo pai com mães diferentes ou vice-versa). Num acasalamento mais fechado, o risco é que você concentra as qualidades dos pais, mas também concentra os defeitos e na mesma intensidade. Para quem está começando e não tem grande experiência na raça, é totalmente contra-indicado.

Esta legislação se aplica aos cães de guarda que possam por em risco a segurança dos outros. Exemplos: Pit Bulls, Rottweilers, Filas, etc. Um Labrador de temperamento típico e boa proced6encia jamais atacará alguém e portanto não necessita de focinheira. Sugiro que leia também em Labrador News a matéria sobre a raça em arquivo onde ostra as aptidões e funções do Labrador.

Existe em SP o Clube Paulista do Labrador. Veja a Seção LINKS para ver outros clubes/núcleos específicos da raça.

Para obter uma lista completa de todos os Kennel Clubes do Brasil a maneira mais fácil é através do site da CBKC ou da FECESP. Navegando pelo site verá que eles possuem um alistagem bem completa, basta localizar o mais próximo de você e pronto! (veja a Seção LINKS)

Voltar ao topo


AQUISIÇÃO DE FILHOTES

O pedigree é verdadeiro quando emitido por um órgão oficial com respaldo e reconhecimento internacional. A única maneira de checar a autenticidade do mesmo é confirmando com o órgão emissor, ou seja, descubra em qual Kennel Clube o criador registrou a ninhada e os contacte solicitando confirmação. O pedigree mesmo demora uns 3 meses para chegar, enquanto isso tem-se apenas o protocolo, mas nele há todos os dados como nome e registro dos pais, data de nascimento, criador, etc. Este protocolo de registro garante que o animal foi registrado e seu pedigree está em andamento. Basta telefonar ao Kennel Clube e confirmar.